Diabetes. Uso de saliva em teste desenvolvido na Austrália
67d768380d6ee5b694de709b76a4ed20

Investigadores da Universidade de Newcastle propõem um teste para verificar os níveis de glicose sem a dor de picar o dedo. É uma tira impressa que incorpora uma enzima que deteta o açúcar através da saliva.

Paul Dastoor chama-lhe o Santo Graal dos testes de açúcar no sangue. O professor de Física liderou a equipa que criou um teste não invasivo para os diabéticos e recorre à metáfora do cálice sagrado para classificar o novo método sem dor.

Paul Dastoor com o teste à diabetes – Universidade Newcastle/Reuters

“O Santo Graal do teste de glicose é algo não invasivo”, sublinha Paul Dastoor. “Este teste realmente abre a perspetiva de um teste de glicose sem dor e de baixo custo e, com sorte, resultados muito melhores para quem sofre de diabetes”, disse o investigador à Reuters.
Basta usar saliva para desencadear a reação dos sensores da tira, em vez de sangue.

O processo de dor do doente, por ter de picar os dedos diariamente para medir os níveis de glicose, pode ser contrariado com este novo teste proposto pelos cientistas australianos.

Paul Dastoor segura as impressões das tiras de teste – Universidade Newcastle/Reuters

A pequena tira impressa incorpora uma enzima que deteta a glicose num componente electrónico – um transístor- que transmite a informação da presença de açúcar.
“Como os materiais eletrónicos do transístor são tintas, o teste pode ser produzido por meio de impressão a baixo custo”, explica Dastoor.
O investigador acrescenta que esta tecnologia pode também ser transferida para testar a Covid-19, cancro ou alergias.
“Acho que vai mudar radicalmente a forma como pensamos sobre os dispositivos médicos e, em particular, os sensores, porque podemos imprimi-los a um custo incrivelmente baixo”, remata Dastoor.

Este projeto de investigação já garantiu um apoio do governo australiano para produzir os kits de testes clínicos em perto de quatro milhões de euros, caso seja aprovado pelas autoridades de saúde.

Fonte: RTP
Comments
All comments.
Comments