Mapa da 2ª Guerra Mundial mostra que a Grã-Bretanha estava a um ataque de esmagar Hitler antes da invasão da França

A 2ª GUERRA MUNDIAL poderia ter acabado antes de realmente começar, disse um historiador ao jornal britânico Express , após revelar um mapa de cair o queixo de uma missão britânica planeada antes da invasão da França que teria “feito Hitler pensar duas vezes” sobre sua operação ofensiva.

Após a conclusão do Pacto Nazi-Soviético em 1939, a Grã-Bretanha e a França ficaram cada vez mais preocupadas com o fato de Joseph Stalin fornecer petróleo a Adolf Hitler – uma mercadoria vital para alimentar o conflito de seis anos. Eles logo descobriram que mais de 90% de sua extração de petróleo e 80% do refinamento estavam localizados ao longo do Cáucaso – uma região entre o Mar Negro e o Mar Cáspio. Os estrategas de guerra em Londres e Paris determinaram que a “interrupção do fornecimento de petróleo em qualquer grande escala” teria “consequências de longo alcance” e poderia até resultar no “colapso de todos os sistemas militares, industriais e agrícolas da Rússia”.

Consequentemente, isso também teria causado o caos na Alemanha nazi.

O historiador Sean McMeekin detalhou em seu novo livro ‘Stalin’s War’, como o gabinete de guerra britânico discutiu o bombardeio desta região “vulnerável” e, um mês depois, as negociações sobre os planos dos Aliados de entrar em guerra com a União Soviética foram retomadas em Moscovo.

Ele disse ao Express: “Acho que eles estavam vulneráveis ​​em março e no início de abril de 1940, quando os britânicos estavam seriamente investigando isso – eles monitoraram e estudaram as fotografias.

“Eles estavam falando sobre como muitas das torres de petróleo estavam próximas umas das outras ao longo da costa perto de Baku.

“Eu realmente acho que os soviéticos sabiam disso e não apenas Stalin tinha inteligência sobre os planos dos Aliados na época, mas muitos documentos foram publicados pelos alemães depois que eles conquistaram França.

“Acho que naquele verão os soviéticos começaram a se fortalecer – teria sido muito mais difícil depois da instalação de baterias antiaéreas para os Aliados operarem lá.”

O Express recriou o mapa incrível do livro do Sr. McMeekin que mostra como isso funcionou após o fim da Guerra de Inverno em março de 1940.

Usando aeronaves Lockheed Model 14 Super Electra especialmente modificadas e não marcadas, o Serviço de Inteligência Secreta lançou voos de reconhecimento de alta altitude da RAF Habbaniya, uma estação da Força Aérea Real no Iraque.

lockheed super electra 002

Lockheed Super Electra

Depois de identificar seus alvos, foram elaborados planos para bombardeiros a partir de bases no Irão, Turquia e Síria no “Western Air Plan 106”, que recebeu o nome de código “Operação Pike”.

Isso teria arrassado vários alvos traçados entre Batumi e Baku.

O Sr. McMeekin detalhou: “Os soviéticos ficaram preocupados depois de saberem que o Reino Unido tinha a possibilidade de bombardear aquelas instalações de petróleo durante a Operação Pike.

“No verão seguinte, eles realmente conversaram sobre a possibilidade de equipas de demolição destruírem essas instalações para evitar que os alemães as conquistassem.

“Stalin respondeu assinando um tratado de paz antecipado com a Finlândia em 12 de março, surpreendendo a todos.

“Isso poderia ter encerrado a guerra na primavera de 1940? Teria prejudicado seriamente as capacidades de Stalin e Hitler e suas máquinas de guerra. ”

O especialista explicou ao Express como o ataque poderia ter deixado Hitler sufocado antes da invasão da França – um momento crucial na 2ª Guerra Mundial. 

Ele disse: “O petróleo proveniente de Baku era responsável por três quartos da produção de petróleo na URSS. 

“Para os alemães, não foi tanto, muito dele vieram da Roménia.

“Mas ainda era algo como um terço do petróleo disponível para a Alemanha depois do bloqueio britânico.

“Eu acho que teria prejudicado seriamente operações como a invasão da França.”

Com o desenrolar da guerra, a Operação Pike foi empurrada para o fundo da pilha, à medida que questões mais urgentes se desenrolavam.

Após o ataque à União Soviética pela Alemanha na Operação Barbarossa em junho de 1941, Pike foi revivido como um plano de contingência a ser invocado se as forças alemãs ocupassem os campos de petróleo do Cáucaso.

O Sr. McMeeken acrescentou: “O que determinou as coisas, no final, foi a iniciativa alemã superior.

“Se a Grã-Bretanha e a França tivessem sido mais rápidas e realizado essas operações, isso teria levantado todos os tipos de problemas com sabotagens soviéticas e outros riscos graves.

“Eles não achavam que poderiam cortar todo o petróleo, mas teria sido o suficiente para fazer Hitler pensar duas vezes sobre algumas de suas operações ofensivas.

“É interessante, mas gira em torno do fato de que Hitler e Stalin foram mais pró-ativos.”

Fonte: express.co.uk

Comments
All comments.
Comments

Ao continuar a usar o site, você concorda com o uso de cookies. Mais Informação

As configurações de cookies deste site estão definidas para "permitir cookies" para oferecer a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar as configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, estará concordando com isso.

Fechar