Testes da vacina de Oxford suspensos. O que aconteceu com o voluntário?
naom 5f16af0522132

Os estudos em estágio final da vacina estão suspensos enquanto a empresa investiga se o caso está realmente relacionado com a vacina ou é mera coincidência.

Na noite desta terça-feira, a farmacêutica AstraZeneca anunciou a suspensão dos testes à vacina para a Covid-19 que está a desenvolver em parceria com a Universidade de Oxford. Citada pela CNBC e pela StatNews, a empresa explicou que a suspensão foi motivada por uma reação adversa séria num dos participantes do estudo.

Ainda pouco se sabe sobre o que aconteceu, concretamente, com o voluntário. Mas, de acordo com o The New York Times, uma pessoa apresentou problemas relacionados a uma doença congénita – mielite transversa -, mas não está claro se é a mesma pessoa que teve as reacções adversas, se o caso está realmente relacionado com a vacina, ou se é mera coincidência.

Nota: Ao The NewYork Times, a AstraZeneca não quis comentar sobre a localização do participante e não confirmou o diagnóstico de mielite transversa.

O que é a mielite transversa?

mielite transversa é uma doença da espinal medula, com consequências potencialmente graves. Pode resultar de uma série de causas que desencadeiam respostas inflamatórias do corpo, incluindo infecções virais.

Os sintomas incluem fraqueza muscular, paralisia, dormência ou sensações desconfortáveis nos nervos, dor neuropática, espasmos, entre outros. Pode ser aguda ou desenvolver-se lentamente. A condição costuma ser tratável com esteróides.

Comments
All comments.
Comments

Ao continuar a usar o site, você concorda com o uso de cookies. Mais Informação

As configurações de cookies deste site estão definidas para "permitir cookies" para oferecer a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar as configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, estará concordando com isso.

Fechar